8/30/2018 6:19:33 PM

Devo contratar um Analista de BI ou um Cientista de Dados?

Business Inteligence BI Data Science Cientista de Dados

A complexidade na escolha de qual profissional irá assessorar em projetos estratégicos é enorme e esbarra no entendimento de alguns conceitos para ficar mais clara!

A maioria dos gestores das áreas de TI, comercial ou marketing já se depararam com demandas ou ideias que poderiam ser implementadas com o auxílio de um profissional de BI ou Cientista de dados. Mais do que isso, eu diria que o cenário da hiperconectividade e a necessidade de “ser e estar omnichannel” direcionam o caminho para soluções que estes profissionais podem prover.

A complexidade na escolha de qual profissional irá assessorar estes projetos é enorme e esbarra no entendimento de alguns conceitos para ficar mais clara. Primeiramente, vamos analisar alguns aspectos que facilitam o entendimento das diferenças entre Analista de BI e Cientista de Dados:

Assim ficou mais fácil de entender, quando observamos a última linha da tabela, compreendemos um pouco mais a diferença entre o Analista de BI e o Cientista de Dados. Apesar de terem muita coisa em comum, eles não são "irmãos", talvez sejam "primos". Os dois aplicam técnicas de análise aos dados, mas a sua abordagem, tecnologia e função são diferentes de diversas maneiras.

O Analista de BI analisa dados históricos para identificar "o que aconteceu", enquanto o Cientista de Dados analisa os mesmos dados históricos, mas com o objetivo de "prever o que pode acontecer".
Para explicar um pouco melhor, vamos entender o conceito de cada uma destas áreas:

Business Intelligence

O conceito de Business Intelligence ou Inteligência de Negócios está presente no ambiente corporativo há pelo menos 30 anos, começando pelo lançamento do Excel em 1985. Antes disso, a análise de dados estava limitada a cálculos manuais usando métodos de teste e erro. 
Existem duas grandes tendências que contribuíram para a fundação do fenômeno da Ciência da Informação.

Primeiro, o uso da tecnologia em vários setores da vida, particularmente o uso da Internet, que nos levou a um "boom" de dados. O tipo de informação que está disponível para as organizações agora é quase infinito. 

Em segundo lugar, as novas tecnologias tornaram possível a análise e interpretação de grandes quantidades de dados e as empresas agora podem usar todas essas Informações resultantes na tomada de decisões.


Data Science

Vale ressaltar que a Ciência de Dados tem a mesma finalidade que o BI - converter os dados em informações para que gestores possam usar para tomar decisões baseadas nestes resultados. 
As empresas que conseguem utilizar esses dados de forma eficaz tomam melhores decisões e estão à frente da curva de crescimento.

Para dar sentido a tais dados, surgiu a necessidade de um novo conjunto de habilidades que incluísse a habilidade para definir e compreender problemas de negócio, habilidades analíticas, habilidades de programação, habilidades estatísticas, habilidades de aprendizado de máquina, visualização de dados e muito mais. Isso levou ao surgimento do papel de um Cientista de Dados.

Se a empresa possui grandes conjuntos de dados estruturados e não estruturados que podem ou não estar completos e sendo necessário converter essas fontes em informações valiosas para apoio à decisão, então a empresa deve recorrer a um Cientista de Dados.

Indiferentemente das diferenças, entendemos que a Inteligência de Negócios e a Ciência de Dados convergem entre si e, entender a real necessidade do negócio é o diferencial para a definição da melhor estratégia a seguir.

Muitas vezes o profissional mais capacitado para atuar nestas áreas é raro e está escasso no mercado, ou ainda o projeto em que ele vai atuar é um piloto ou experimento. Imagine todo o esforço necessário para contratação de um profissional? O processo de seleção, os custos, a morosidade, etc.

Em alternativa a contratação, muitas empresas têm recorrido a terceirização de equipes multidisciplinares como solução adequada para resolver desafios pontuais de negócios.

A terceirização de profissionais tem vantagens como o compartilhamento de conhecimento do profissional, a resolução de um desafio pontual, o alto nível de especialização e também os custos, que são consideravelmente menores.

A AMcom garante, com mais de 20 anos de experiência, que a terceirização de recursos especializados é garantia de assertividade para os desafios pontuais no seu negócio.

Quer entender melhor como funciona a terceirização de profissionais para o seu projeto? 
Clique aqui e entre em contato. 


Por Daniel Silva Junior - Analista de Sistemas

Compartilhe: