9/20/2018 4:10:04 PM

Como a internet das coisas irá afetar a sua vida?

IoT Inovação Technology

Hoje estamos no meio da revolução digital, possuímos casas, fabricas, lojas, totalmente conectadas e estamos caminhando para cidades Inteligentes também conhecidas como smart cities

O termo Iot – Internet of things - se refere a devices que coletam e transmitem dados, via internet. Segundo a Forbes, em 2008 nós já tínhamos mais objetos do que pessoas conectadas na internet e até 2020 teremos mais de 250 mil veículos conectados! Além disso, o mercado global de wearables, aqueles devices como pulseiras, relógios e demais aparelhinhos cresceu 223% em 2015.

Você já percebeu que a internet de banda larga está se tornando cada vez mais disponível? Mesmo aqui no Brasil o custo da conexão está diminuindo, mais dispositivos estão sendo criados com recursos Wi-Fi e agora estamos embutindo sensores neles! Custos de tecnologia estão diminuindo e a penetração de smartphones só aumenta. Todos estes fatores estão criando um ambiente muito favorável para a IoT.

Com todos estes dados podemos perceber que existem muitas complexidades em volta do termo "Internet das coisas", nosso objetivo aqui é dar uma visão geral. Muitas conversas técnicas e relacionadas a políticas estão sendo realizadas, mas muitas pessoas ainda estão apenas tentando entender a base de tudo isso.

 

O que é IoT?

Internet das coisas é uma tradução literal de Internet of Things que é um conceito tecnológico que abrange todos os dispositivos conectados na internet, dispositivos estes que podem ir desde óculos, relógios, drones, alto-falantes, etc. O conceito também se aplica a componentes de máquinas, por exemplo, um motor a jato de um avião ou a broca de perfuração de uma plataforma de petróleo.  Se fosse para citar cada item que pode ser encaixado em IoT teria um dicionário apenas com isso.
 

Onde surgiu?

Esse conceito não é novidade, a ideia de dispositivos conectados vem já dos anos 70 com o surgimento do RFID (do inglês Radio-Frequency Identification), que era um método de identificação automática por meio de sinais de rádio, mas o primeiro dispositivo conectado que podia ser ligado e desligado pela internet foi uma torradeira apresentada na INTEROP '89 Conference, nessa época era utilizado o termo ‘computação embarcada‘ porém em 1999 quando a internet alcançava as massas o termo ‘Internet das Coisas’ foi apresentado.
 

Como isso afeta a sua vida?

Hoje estamos no meio da revolução digital, possuímos casas, fabricas, lojas, totalmente conectadas e estamos caminhando para cidades Inteligentes também conhecidas como "smart cities". As cidades inteligentes são iniciativas em que as cidades se tornem totalmente conectadas, seja na gestão do trânsito, iluminação, coleta de lixo, moradia, saúde, etc.
Pense o seguinte, que você está a caminho de uma reunião e o seu carro pode ter acesso ao seu calendário e já sabe qual o melhor caminho a seguir. Se o tráfego for pesado, o seu carro pode enviar um texto para a outra parte da reunião notificando-o de que você se atrasará.
E se o seu despertador o acordar às 6 da manhã e notificar sua cafeteira para começar a fazer café para você? E se o seu equipamento de escritório soubesse quando estava ficando sem suprimentos e automaticamente pedisse mais?
E se o dispositivo wearable que você usou no local de trabalho pudesse lhe dizer quando e onde você estava mais ativo e produtivo e compartilhou essa informação com outros dispositivos que você usou enquanto trabalhava?

 

E as aplicações profissionais?

IoT é muito mais que pequenos gadgets que parecem legais e divertidos e aí que o negócio fica interessante, onde podemos utilizar IoT nos negócios? A resposta é, praticamente tudo, existe muita coisa sendo utilizada na área de saúde com aparelhos que medem temperatura, batimentos e ajudam num diagnostico de doenças mais precisos, na agroindustrial com sensores e máquinas inteligentes que facilitam a semeadura, colheita e armazenagem, fábricas com maquinários controlados remotamente, com inteligência artificial, lojas que não precisam mais nem de atendentes e por aí vai.

A AMcom conta com uma área de inovação que atua com arquitetos da informação e cientistas de dados que podem ajudá-lo a analisar as possibilidades de aplicação de internet das coisas na operação do seu negócio e estrategicamente gerar um grande diferencial competitivo se antecipando a este conceito tecnológico que já é realidade, clique aqui para entrar em contato.

Compartilhe: