11/5/2019 12:34:29 PM

Como a diversidade e a inclusão podem potencializar o negócio

gartner symposium tendências tecnologia negócios Gartner transformação

Diversidade e inclusão no mundo corporativo é um tópico que está em muita discussão, e claro que falamos sobre isso no Gartner Symposium, confira!

Hoje muito se discute sobre vantagem competitiva e como isso alavanca os negócios. Inovação, inteligência, tecnologias disruptivas. Mas como criar um ambiente que proporcione isso tudo dentro de uma companhia, gerando valor real aos negócios e aos clientes?

Duas fortes vertentes que proporcionam isso são a diversidade da equipe e a sua devida inclusão. E hoje queremos falar um pouco mais a respeito desses dois valiosos ativos de toda companhia.

A primeira delas é a diversidade e como ela faz com que times diferentes trabalhem juntos. E por diversidade temos que entender tudo aquilo que constrói uma pessoa: sua raça, religião, opção sexual, idade, habilidades físicas, crenças, valores, experiências profissionais anteriores, entre outros fatores.

Com toda essa nova geração entrando no mercado de trabalho e o modificando drasticamente, torna-se imperativo o olhar mais cuidadoso em relação à idade no impacto sobre os negócios. A grande questão é equilibrar profissionais mais maduros e com vasta experiência e conhecimento na sua indústria, com as novas gerações que vem com mais disponibilidade e mais centrados em tecnologia.

Outro grande viés a se levar em consideração é o gênero. E aqui não estamos falando apenas do corpo físico, e sim sobre suas escolhas, como as comunica e quais os seus papeis e expectativas em relação ao mercado de trabalho.

Não basta apenas ter a diversidade dentro da sua empresa. É preciso haver a inclusão – segunda vertente que traz a inovação como principal resultado. A inclusão permite que os colaboradores possam contribuir com suas diferentes experiências, com respeito entre si.

Mas se estamos falando de seres humanos e o respeito que deve haver entre todos, por que é tão difícil firmar essa bandeira dentro das empresas? Justamente pelo backgroud de cada um, e como inconscientemente temos pré-conceitos que nos impedem de aceitar novas ideias e posicionamentos.

Um programa de diversidade e inclusão bem estruturado apresenta correlação com os resultados de uma companhia, mas não são a causa primária. E é por isso que muitas vezes esses enfrentam dificuldades de aprovação – não há ROI, aumento em receitas ou margens.

Porém, Gartner aponta que empresas que já têm essa prática melhoram em 90% a atração de talentos, em 83% apercepção de marca e aumento em 78% os índices de inovação, que se refletem em 77% de melhora na satisfação do cliente final.

Para começar um programa de diversidade e inclusão, redefina seu processo de atração & seleção, com uma visão clara do que exatamente esperamos de um colaborador. Onde procurar vai dizer muito sobre a diversidade que vamos encontrar. Eduque toda a empresa na mentalidade da inclusão, incentivando novas ideias. Crie métricas plausíveis que mostrem a correlação do programa com o resultado real da empresa.

E por último, celebre cada inclusão que é feita na sua empresa. Isso reforçará a cultura, dará sentimento de orgulho e pertencimento, além de aumentos os índices de produtividade e inovação. E isso, na última linha, se traduz em resultado para o negócio.

Compartilhe: